Cabeçalho Ads


Geraldo diz que Já foi chamado de Preto no Coritiba do Brasil

Numa entrevista bastante descontraída com o jogador número 11 do Clube Desportivo 1°de Agosto “Geraldo Costa”, o craque abriu o coração e falou sobre a sua vida pessoal e profissional, bem como o percurso que fez no Brasil, onde jogou no Coritiba, tendo revelado que sofreu preconceito por ser negro.
Apesar de ter sofrido muito com o preconceito que viveu, Geraldo não desistiu dos seus sonhos e continuou focado nos objectivos, que é de se tornar um dos melhores jogadores angolanos de futebol, e retribuiu o acto preconceituoso com um gesto de amor. “Isso aconteceu num dia em que eu os meus colegas negros estávamos no balneário a tocar alguma coisa, depois alguém chegou e perguntou: quem é que está a fazer barulho?
Respondemos: somos nós e ele disse: só poderiam ser esses pretos! Fiquei muito triste, mas, ainda assim, não me deixei abalar por isso. Como a vida dá muitas voltas, fui jogar num outro clube e a mesma pessoa que nos tinha chamado de pretos pediu-me uma camisola autografada por mim depois do jogo”, contou o jogador.
Geraldo disse ainda que, apesar de ter ficado triste com o facto, não pagou o mal com o mal, pelo contrário, autografou a t-shirt e desculpou o jovem que se sentiu envergonhado quando se lembrou do que tinha dito. Apesar do sucedido, o jogador salientou que foi muito bem recebido pelos seus colegas do clube do Coritiba, no Brasil. O Jogador disse ainda que sonha em Jogar no Real Madrid.