ÚLTIMAS NOVIDADES

Post Top Ad

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Sporting de Bas Dos goleia Rio ave de Gelson Dala por 5 á 2

Sporting de Bas Dos goleia Rio ave de Gelson Dala por 5 á 2

Três dias após a reviravolta sobre o Nacional, na I Liga, precisamente pelos mesmos números, os ‘verde e brancos’ apuraram-se para a ronda seguinte da prova 'rainha’, com golos de Diaby (03 e 77 minutos), Bas Dost (32 e 61) e Bruno Fernandes (42), enquanto Bruno Gaspar, na própria baliza (45+1), e Carlos Vinícius, de grande penalidade (83), marcaram para os visitantes.

Esta foi a oitava vitória seguida do Sporting em todas as competições, a sétima com Marcel Keizer ao ‘leme’, sendo que nestes sete encontros do holandês a formação sportinguista apontou 30 golos, 12 dos quais com a ‘marca’ de Bas Dost, que somou o terceiro ‘bis’ consecutivo (o sexto na temporada).

Sem Nani, a contas com problemas físicos, Marcel Keizer promoveu Jovane Cabral à titularidade nos ‘leões’, enquanto Miguel Luís rendeu Bruno César, naquelas que foram as únicas alterações num ‘onze’ claramente de ‘primeira’.

A estratégia dos visitantes ‘ruiu’ logo no arranque da partida, quando os ‘leões’ ganharam espaços sucessivos através da dinâmica ofensiva que levaram Acuña a cruzar a ‘régua e esquadro’ para a finalização de Diaby, aos três minutos.

Perante 12.108 espetadores, a superioridade do Sporting nunca foi sequer colocada em causa e o absoluto domínio foi sendo capitalizado com futebol de qualidade, agressividade defensiva e golos. Acuña era o denominador comum nas jogadas ofensivas e, já depois de Coates ter ameaçado o segundo, o próprio argentino apontou novo canto à cabeça do uruguaio, que acertou no poste, mas Bas Dost não perdoou na recarga.

O Sporting chegou ao terceiro aos 42, através de Bruno Fernandes, que surgiu na área a 'fuzilar' depois de um cruzamento de Acuña, tendo o Rio Ave respondido e reduzido, embora com a ‘ajuda’ de Bruno Gaspar, que desviou um cruzamento de Matheus Reis, levando a bola a bater duas vezes nos ‘ferros’ antes de entrar.

A entrada de Carlos Vinícius ao intervalo pareceu dar maior acutilância ao Rio Ave e o avançado esteve perto de marcar, não fosse a rápida reação de Renan. No entanto, este não foi mais do que um ‘fogacho’ vila-condense, já que o conjunto de Alvalade não permitiu mais veleidades e começou a aproximar-se do quarto tento.

Bruno Fernandes perdeu o duelo com Léo Jardim por duas vezes, até que Bas Dost voltou a revelar o instinto que lhe é caraterístico e juntou mais um à ‘conta’ pessoal, que poderia ter ficado mais composta caso o holandês não fosse demasiado altruísta no frente-a-frente com Léo Jardim.

A ‘mão cheia’ chegaria com naturalidade, por intermédio de Diaby, cabendo a Carlos Vinícius o golo que atenuou ligeiramente os números do desaire de um Rio Ave completamente subjugado à qualidade da formação de Alvalade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas