ÚLTIMAS NOVIDADES

Post Top Ad

domingo, 17 de fevereiro de 2019

As eleições de 2017 eu confirmo que foi roubada, disse Higino Carneiro


HIGINO CARNEIRO REVELA QUE JOÃO LOURENÇO USOU MEIOS PARA VENCER AS ELEIÇÕES DE 2017.

O depoimento do general Francisco Higino Lopes Carneiro, durante o recente interrogatório de terça-feira (12), na Direção Nacional de Investigação e Ação Penal (DNIAP) da PGR terá sido marcado com declarações que no ponto de vista de “insiders” comprometem a imagem do regime agora liderado por João Manuel Gonçalves Lourenço.

O general segundo confidenciaram fontes, ao responder sobre o tema da corrupção acabou por dar pistas sobre informações relacionadas aos métodos que o MPLA recorre ganhar eleições em Angola.
Depoimento do ex-governador embaraça regime
No inicio da sessão de interrogatório, Higino Carneiro alertou que não tinha muito por dizer sobre o que lhe estava a ser confrontado, mas acabaria por dar a sua opinião sugerindo que se a Procuradoria pretender, de facto, desbaratar o tema em causa (combate a corrupção) teria de convocar a então porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), Júlia Ferreira, e interroga-la sobre em que moldes o actual Presidente da República, foi declarado vencedor para “ocupar a cadeira em que se senta.”

Carneiro, segundo a fontes, terá exaltado as suas credencias militares em prol do país, realçando que não se deveria combater a corrupção de forma selectiva, como se esta a fazer, tendo desafiado a convocação da então responsável da CNE para explicar o que ele, na altura dos factos, secretario do MPLA, em Luanda, terão feito para João Lourenço ser declarado com os votos que teve nas últimas eleições de 2017.

A mensagem subentendida atribuída ao general foi de que o seu partido recorreu a meios desonestos para ganhar às eleições gerais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas